STJ: falta grave no curso da execução penal constitui fundamento idôneo para negar a progressão